Veja os principais usos do eucalipto na indústria

No brasil o uso de eucalipto na indústria tem se intensificado. Além de produzir vários materiais como celulose e biomassa, traz diversos beneficios. Veja
A cadeia produtiva de reflorestamento de eucalipto ganha significativa importância no mercado brasileiro. Além das inúmeras vantagens socioambientais como diminuição do desmatamento, o uso da madeira de origem sustentável gera emprego e renda. E, colabora para o desenvolvimento econômico do país. Segundo relatório de 2015 da IBÁ (Indústria Brasileira de Árvores), importante órgão do Sistema Agroindustrial Florestal, nesse período o segmento de florestas plantadas foi responsável por R$ 69,1 bilhões em geração do PIB nacional. Da extração de eucalipto das florestas plantadas derivam uma série de produtos: os chamados in natura: lenha, toras, toretes, cascas e folhas; os semiprocessados: tábuas, ripas e celulose; e os processados: chapas de madeiras e papéis. Isso sem contar a geração de energia pelo uso da biomassa de eucalipto que produz energia limpa e gera economia para o processo industrial.

Principais usos na indústria

O eucalipto é uma importante matéria-prima. Seu uso advindo de florestas de replantio, em detrimento das florestas nativas, evita o desmatamento e consequências desastrosas para o meio ambiente. Seu uso na indústria é bastante diversificado. Sendo os mais conhecidos: papel e celulose, construção civil e moveleiro. No segmento de papel e celulose o eucalipto é uma das espécies mais utilizadas. Do processo químico obtém-se a pasta celulósica bruta. Dessa matéria se deriva a produção de papel e embalagens. Na construção civil a madeira de eucalipto é utilizada em vigas, caibros, colunas. Além disso é encontrada em  componentes de acabamento como pisos, portas e janelas. Na indústria moveleira, talvez a mais óbvia de todas, o eucalipto é muito utilizado na fabricação de móveis para uso residencial ou comercial. Contudo sua versatilidade propicia o uso para fins pouco conhecidos por muitos de nós. como os  medicamentos, cosméticos, tecidos, alimentos, etc. Na geração de energia a biomassa de eucalipto também desempenha importante papel. Com a queima da biomassa é possível extrair vapor para a geração de energia elétrica e também é derivada a fabricação de vários biocombustíveis. Quais as principais vantagens de plantar eucalipto? O rápido crescimento, a capacidade de adaptação ao solo brasileiro e o potencial econômico fazem da cultura de eucalipto uma das mais vantajosas. Segundo informações do site da Embrapa: com menores custos e maiores taxas de retorno do investimento, o cultivo do eucalipto confere grande atratividade, garantindo alta competitividade de seus produtos nos mercados interno e externo.

Os benefícios socioambientais

Desenvolver a economia local e a macroeconomia são aspectos comuns que uma forte cadeia produtiva pode propiciar. Esta é certamente uma característica que podemos atribuir ao cultivo do eucalipto em florestas de replantio. Sem contar os benefícios para o meio ambiente. Ainda de acordo com o site da Embrapa: o plantio de eucalipto proporciona diversos benefícios diretos e indiretos às propriedades rurais diversificadas. Além dos benefícios econômicos, advindos da produção florestal, pode-se destacar a melhoria da qualidade do ar. E com isso, conforto térmico, redução dos níveis de poluição sonora, redução da intensidade da erosão e melhoria da vazão de mananciais.