Conheça as vantagens do plantio e da comercialização de Eucalipto

Florestas de eucalipto. Trazem grandes ganhos para o meio ambiente nacional e ainda são um forte investimento. Confira.
O eucalipto pode ser comercializado de diversas formas, que variam de acordo com as demandas do mercado nacional e regional, bem como dos recursos envolvidos na produção. No setor florestal brasileiro, já grande competitividade na  produção e comércio de eucalipto. Isso é decorrente das boas condições climáticas e também da alta tecnologia desenvolvida pelas empresas do país Para realizar um bom investimento, é preciso estar atento a algumas características das plantações de eucalipto.  

Características das plantações de Eucalipto do Brasil:

Sendo originalmente da Austrália, o eucalipto apresenta diferentes espécies que vivem nas mais variadas condições de clima, solo e altitude.  No Brasil, as taxas de crescimento da produção de eucalipto são mais altas em relação a outros países. Isso ocorre, principalmente:
  •         pelas condições climáticas favoráveis
  •         boa quantidade de irradiação solar
  •         chuvas bem distribuídas ao longo de grande parte território e em todo o ano
  •         disponibilidade de áreas para plantação
  •         custos de produção consideravelmente baixos
O plantio de eucalipto participa ativamente da economia de vários estados brasileiros. Segundo o IPEF, as plantações de eucalipto ocupam, hoje, 4.258.704 hectares do território nacional, sendo 29% das plantações em Minas Gerais, 22% em São Paulo,14% na Bahia e o restante distribuídas entre  outros estados. Assim, a  produção do eucalipto no Brasil pode ser considerada uma excelente fonte de renda para os setores da agricultura e pecuária. Além disso, é uma  alternativa rentável  para os produtores que desejam maior diversificação e sustentabilidade em seus plantios.

Tempo do ciclo de produção do eucalipto:

Para aqueles produtores que não almejam lucro imediato, o eucalipto se mostra uma alternativa bastante lucrativa, uma vez que a madeira dessa árvore tende a ser valorizada com o tempo. Em média o ciclo de produção de eucalipto gira em torno de 5 a 6 anos. Mas, o tempo do ciclo pode variar, dependendo da finalidade do plantio. Por exemplo, para a construção civil, o eucalipto pode ser utilizado a partir de dois anos. Já para a produção de lenha e cavacos, os cortes podem ser feitos quando a árvore atinge seis anos.  Agora, se a matéria-prima vai ser empregada na fabricação de móveis, o tempo de desenvolvimento pode atingir dez anos. E são muitos os produtos derivados do eucalipto: a madeira, a celulose, etanol celulósico. A grande vantagem do produto é o reaproveitamento total da árvore, incluindo a utilização até mesmo de folhas e galhos. Além disso, o eucalipto é um recurso renovável e que garante comercialização de créditos de carbono.

Custos da produção do eucalipto:

Com relação ao plantio da matéria-prima, o custo é muito variável e dependerá das condições de produção e manutenção. . De acordo com o Conselho de Informações sobre Biotecnologia, a produção de eucalipto apresenta uma demanda hídrica similar a do café e inferior a da cana-de-açúcar, o que torna seu cultivo bastante lucrativo. Esses fatores fazem com que a plantação e a comercialização de eucalipto se torne, então,  um investimento rentável e de baixo risco, uma vez que a demanda do produto só tende a crescer. A Potencial Florestal é especializada na gestão de negócios florestais.  Um dos pilares de atuação da Potencial Florestal são as parcerias, ou seja: o parceiro entra com a terra e a Potencial Florestal com a tecnologia e a expertise na plantação de eucalipto e na comercialização do produto e de seus derivados. Saiba mais sobre como investidores, produtores e proprietário de terra podem ser parceiros!