Conheça a origem da biomassa de eucalipto

Conseguir gerar energia de maneira sustentável é um dos maiores desafios da humanidade atualmente. Conhecidas como o meio mais eficaz e sustentável de gerar energia se observarmos a questão do custo-benefício, as hidrelétricas, apesar de diversas qualidades, também apresentam algumas complicações, tanto na construção, quanto nas consequências por elas geradas. Da mesma forma, as indústrias nucleares trazem à tona problemas óbvios, como os altos preços para construção e manutenção, somados ao perigo trazido às pessoas próximas a esse tipo de indústria, exemplo dos acidentes de Fukushima, no Japão, e Chernobyl, na Ucrânia. Com esse cenário posto, a biomassa de eucalipto emerge como uma alternativa viável de desenvolvimento energético limpo e sustentável, mais seguro que as indústrias nucleares e menos nocivo ao meio ambiente que as hidrelétricas. Isso levanta a pergunta: como foi descoberta a biomassa de eucalipto e o seu uso como fonte renovável de energia?

Qual a origem da biomassa de eucalipto?

A partir da década de 1970, em meio às consequências da crise do petróleo, passou-se a buscar novas fontes de energia renováveis, visto que fontes energéticas como o famoso combustível fóssil têm data de validade dentro do mundo. É com essa preocupação que surgiram novas matrizes de energia menos poluentes e com foco mais sustentável. Essa mentalidade fez com que houvesse uma valorização da reutilização de recursos. E é exatamente isso que fez surgir a energia da biomassa de eucalipto. A geração dessa energia ocorre por meio da combustão de resíduos e sobras da madeira de eucalipto, como por exemplo cascas, galhos finos e a lixívia. Ou seja, além de usar a madeira das florestas de eucalipto para a produção de papel e celulose ou de móveis domésticos, as sobras também são empregadas na produção de energia. Isso faz com que nada se perca no processo de exploração do eucalipto e garante esse tipo de madeira como uma forma sustentável de utilização dos recursos do planeta de maneira sustentável. Atualmente, poucas décadas após o início da exploração mais frequente da biomassa de eucalipto como fonte de energia, ela já corresponde a quase 10% de toda a matriz energética brasileira.

Quais as vantagens da energia oriunda da biomassa de eucalipto frente a outras energias renováveis?

A biomassa de eucalipto não é a única forma renovável de produção de energia. Entretanto, ela é uma das que mais cresce no cenário brasileiro de matrizes energéticas. A preferência pela biomassa é decorrente, principalmente de uma série de vantagens por ela apresentadas. Primeiramente, como já explicado anteriormente neste texto, a madeira de eucalipto tem diversos usos, portanto, ao plantar uma floresta dessa espécie, é possível que a madeira tenha inúmeros destinos após a extração. Além disso, e talvez o fator mais importante quando o assunto é produção energética, a energia da biomassa é plenamente despachável, caso contrário às energias solares e eólica. Ademais, a biomassa pode também tomar o lugar do carvão e do gás nas usinas térmicas de energia, algo que reduziria muito a emissão de gases poluentes na atmosfera. Caso você tenha ficado interessado na biomassa e nos benefícios das florestas de eucalipto, entre em contato com a Potencial Florestal.