Bioenergia e suas vantagens para o Brasil

Bioenergia e suas vantagens para o Brasil.
As fontes de energia são primordiais para a garantia do crescimento da economia de qualquer país. No caso do Brasil, que oferece uma vantajosa característica climática, as opções de fontes de energia sustentáveis – que não utilizam combustíveis fósseis, devem ser encaradas como um grande diferencial competitivo. O potencial energético brasileiro é vasto, o que coloca o país em grande vantagem em relação a outros países em desenvolvimento e também capaz de atender suas necessidades industriais e questões de infraestrutura. Embora a matriz energética brasileira ainda seja predominantemente com base na exploração do petróleo, o campo para utilização de energias alternativas é crescente. Para tornar o grau de dependência de fontes poluentes ainda menor, os caminhos traçados estão voltados ao investimento em geração de energia limpa pelo uso da biomassa e, com ela, a geração de bioenergia. Para continuar falando sobre as vantagens da bioenergia, vale a pena explicar como ela é gerada. Biomassa é todo tipo de matéria orgânica, podendo ser vegetal ou animal (plantas, resíduos agrícolas, lixo, madeira, etc.). Para que a biomassa se transforme em energia podem ser utilizadas algumas técnicas, mas a combustão do resíduo orgânico (biomassa) é o mais utilizado pela indústria. Pela combustão em caldeiras industriais ocorre a queima da biomassa em altas temperaturas. Numa combinação de geração de oxigénio, vapor e alta pressão, esse vapor gerado move turbinas industriais e, assim, ocorre todo processo produtivo necessário nos maquinários. Em alguns casos, as industriais utilizam a sobra de energia para suas funções administrativas ou até para a comercialização de energia sobressalente. As vantagens para o Brasil a curto, médio e longo prazo são grandiosas, sendo a principal deles o desenvolvimento econômico sustentável.

Biomassa no Brasil – uma potência para o desenvolvimento econômico sustentável

Não depender exclusivamente de fontes poluentes e caras, como o petróleo, é uma das principais vantagens da utilização da bioenergia gerada pela biomassa. Outro ponto fundamental é o crescimento sustentável, afinal de contas, fontes poluentes além de apresentar um alto custo de exploração e distribuição, são fontes esgotáveis. Já na exploração de fontes renováveis de biomassa, como é o caso do eucalipto, o Brasil conta com suporte eficiente, através das florestas de replantio. Com as florestas de replantio de eucalipto para utilização de biomassa e geração de energia, há ganhos para o abastecimento contínuo das necessidades energéticas do país. A eficiência energética também é outro ponto positivo, pois a biomassa de eucalipto tem excelentes índices caloríficos na utilização em caldeiras industriais. Além disso, fontes alternativas de energia têm sido apontadas como diferenciais para a descentralização de ofertas de emprego e recursos. Ao invés de beneficiar o desenvolvimento de polos geográficos específicos, que é o que acontece com a exploração de bacias de petróleo, a utilização da biomassa como fonte de energia possibilita que o desenvolvimento econômico ocorra por todo o Brasil. Onde há possibilidade para o desenvolvimento agrícola com fins de utilização para biomassa, há potencial para crescimento econômico sustentável. Isso tem feito com que cidades do interior dos estados, de forma mais pulverizada, se beneficiem econômica e tecnologicamente da produção de biomassa e da geração de bioenergia. É provado que atividades econômicas bem-sucedidas elevam o patamar econômico de todo ecossistema envolvido: melhores empregos, mais renda e desenvolvimento social ativos.